Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Sem vacina, teremos dengue todos os anos’, diz Temporão

Segundo ministro, imunização contra a doença ainda deve levar de 3 a 4 anos

Enquanto a vacina contra a dengue não estiver pronta, a doença será “um desafio permanente” aos brasileiros, afirmou nesta quinta-feira o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. A declaração veio acompanhada do anúncio de que a imunização desenvolvida em parceria com um laboratório francês no Espírito Santo ainda deve demorar de três a quatro anos para entrar em uso no país.

No programa Bom Dia, Ministro, Temporão fez um balanço do combate à doença durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Fizemos um gigantesco esforço com secretários estaduais e municipais. Aperfeiçoamos muito a vigilância epidemiológica. São 66 laboratórios no país que monitoram os sorotipos”, destacou. Contudo, ele ressalva que, “infelizmente, vamos ter dengue todos os anos enquanto não tivermos vacina”.

Ele ainda salienta que, casos registrados em 2010 em países como a França, os Estados Unidos e a Holanda demonstram a capacidade de adaptação do mosquito Aedes aegypti. Temporão também lembrou que, este ano, foi registrada a volta do sorotipo 4 da doença, que não circulava no país há 28 anos. “Fizemos uma verdadeira operação de guerra para evitar que se espalhasse”, afirmou, ao se referir à contenção da doença no estado de Rondônia. “Seria uma situação muito complicada.”