Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Seis dicas para mães e pais de primeira viagem

Novo livro da editora Agir ensina de maneira prática e didática a lidar com um bebê recém-nascido em casa

Ser mãe ou pai não é tarefa fácil, ainda mais pela primeira vez. O desafio de ter um recém-nascido em casa e descobrir na prática como dar banho, colocar pra dormir e alimentar o bebê de maneira correta é um aprendizado lento e, muitas vezes, um pouco sofrido. Por isso, há décadas o mercado editorial vem apostando no tema, com o objetivo de ensinar as técnicas de manejo da criança, sobretudo durante o primeiro ano de vida. O mais recente deles, Nasceu, e agora? (Agir; 128 páginas; 24,90 reais), da parteira francesa Stéphanie Sapin-Lingnières, se configura como um extraordinário manual para quem acaba de ter um bebê. Diz Stéphanie, que mora no Brasil há mais de quatro décadas e dá cursos para casais há 35 anos: “Os primeiros dez dias do bebê em casa é o que eu chamo de ‘salve-se quem puder’, e os pais têm muitas dúvidas que os deixam desesperados”.

O livro vai além das instruções sobre o trato diário com um recém-nascido. Ele traz dicas de como fazer a mala que deverá ser levada à maternidade — incluindo as taças para brindar com champagne — e ensina o passo a passo para fazer a massagem indiana Shantala no bebê, por exemplo. Cada início de capítulo contém depoimentos de pais e mães famosos, entre eles, os atores Alline Moraes, Vanessa Lóes, Murilo Rosa e Thiago Fragoso.

As mães também aprendem receitas caseiras para evitar rachadura nos seios causadas pela amamentação e orietanções para decifrar o choro do recém-nascido. Diz Stéphanie: “Os bebês podem não falar, mas eles se comunicam o tempo todo com o choro, gestos e as expressões faciais.Com o tempo, os pais aprendem a fazer essa leitura”.