Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Saúde mobiliza jovens gays na prevenção à aids

Por Da Redação 3 fev 2012, 10h10

Por Solange Spigliatti

São Paulo – O Ministério da Saúde lançou ontem uma campanha de prevenção à aids para o carnaval deste ano, tendo como foco jovens gays, de 15 a 24 anos. A ação dá prosseguimento ao tema lançado no Dia Mundial de Luta contra a Aids, feito no dia 1º de dezembro. O conceito da campanha será “Na empolgação pode rolar de tudo. Só não rola sem camisinha. Tenha sempre a sua”. Ela será veiculada em dois momentos, começando ontem, antecipando o carnaval com alertas para o uso responsável do preservativo e, no período pós-festa, a partir do final de fevereiro, com a promoção do diagnóstico e a conscientização da necessidade da realização do teste.

“A grande novidade do carnaval deste ano é um pôster dirigido às travestis. É primeira vez que o Ministério da Saúde apresenta um material específico para esse público na campanha de carnaval” ressalta Dirceu Greco, diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Outros dois pôsteres direcionam-se aos jovens gays e à população heterossexual.

Na população geral de 15 a 24 anos, entre 1980 e 2011, foram diagnosticados 66.698 casos de aids, sendo 38.045 no sexo masculino (57%) e 28.648 no sexo feminino (43%). O total equivale a 11% do total de casos de aids notificados no Brasil desde o início da epidemia.

No ano passado, para cada 16 homossexuais de 15 a 24 anos vivendo com aids, havia 10 heterossexuais. Essa relação, em 1998, era de 12 para 10. De 1998 a 2010, o porcentual de casos na população heterossexual de 15 a 24 anos caiu 20,1%. Entre os gays da mesma faixa etária, no entanto, houve aumento de 10,1%, conforme último boletim divulgado.

Solange Spigliatti

Continua após a publicidade
Publicidade