Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Saúde fecha acordo para adquirir 100 milhões de doses da Pfizer para 2022

Acordo prevê mais 50 milhões de doses do imunizante, incluindo versões contra novas variantes, caso seja necessário

Por Paula Felix 29 nov 2021, 11h19

O Ministério da Saúde fechou acordo com a Pfizer nesta segunda-feira, 29, para aquisição de 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 da farmacêutica para o próximo ano. A cerimônia de assinatura do contrato é realizada nesta manhã no Hospital Martagão Gesteira, em Salvador.

De acordo com o contrato, é possível aumentar a quantidade de doses caso seja preciso. “O  acordo prevê ainda aumentar para até 50 milhões de doses, o que inclui versões modificadas contra nossas variantes, se necessário, totalizando 150 milhões de doses. Assim, reforçamos nosso compromisso na luta contra a pandemia”, afirmou Marta Díez, presidente da Pfizer no Brasil, durante o evento.

Segundo balanço divulgado pelo ministério neste domingo, 28, os estados receberam 147,2 milhões de doses do imunizante da Pfizer do Governo Federal desde o início da campanha de vacinação.

“No total, aproximadamente 307 milhões de doses foram aplicadas no Brasil. Mais de 158 milhões receberam a primeira dose, o equivalente a quase 90% da população-alvo, composta de 177 milhões de pessoas. Já 134 milhões completaram o esquema vacinal, o que corresponde a 76% do público principal”, informou.

Continua após a publicidade

Publicidade