Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia aprova tratamento de diabetes com insulina de porco

Trata-se da primeira terapia com transfusão de células animais a humanos

O primeiro tratamento com transfusão de células animais a humanos (xenotransplante) acaba de ser aprovado para venda na Rússia. Ele deve combater o diabetes tipo 1 e foi desenvolvido pela empresa neozelandesa Living Cell Technologies, reportou nesta sexta-feira a revista New Scientist.

Trata-se de uma injeção de insulina de porco revestida em algas. De acordo com o fabricante, a capa de algas deve evitar uma reação do sistema imunológico do receptor à insulina animal.

Em testes na Rússia, em 2007, oito pessoas receberam a injeção de insulina de porco, enquanto continuavam a se tratar com a substância tradicional. Depois de um ano, seis delas conseguiram reduzir as doses; destas, duas interromperam completamento o tratamento por oito meses. Uma, contudo, não reagiu ao teste.

A diabetes tipo 1 causa deficiência de insulina no organismo, um hormônio que é essencial para controlar os níveis de açúcar no sangue. Estima-se que existam dez milhões de diabéticos no Brasil.