Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rubéola é erradicada no continente americano

Segundo a Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), a região é a primeira do mundo a ficar livre da doença. No mundo, isso deve ocorrer até 2020

A Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) informou nesta quarta-feira que o continente americano está totalmente livre da transmissão endêmica da rubéola, já que novos casos da doença não são registrados desde 2009.”É um privilégio e uma alegria anunciar que as Américas foram as primeiras do mundo a serem declaradas livres da doença”, comemorou Carissa Etienne, diretora da OPAS, em coletiva de imprensa realizada Washington, nos Estados Unidos.

A rubéola é uma doença viral contagiosa que acomete mais frequentemente crianças. O vírus é transmitido através das vias aéreas. Os sintomas são febre baixa, náuseas e manchas avermelhadas na pele. Os sinais da rubéola aparecem entre 2 a 3 semanas após a exposição ao vírus. Mulheres infectadas durante a gravidez podem ter bebês com defeitos congênitos graves, como má-formações, problemas de visão e surdez.

Para a diretora da OPAS, a “conquista histórica” é resultado de 15 anos de esforços em campanhas de imunização. “O continente americano foi a primeira região a erradicar a varíola, a primeira a eliminar a pólio, e agora é o primeiro a eliminar a rubéola”, afirmou Carissa.

O Brasil não registra casos da doença desde 2009 e foi o último país da região a erradicar a doença. No resto do mundo, a rubéola não deve ser erradicada antes de 2020.

(Com agência France-Presse)