Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Respiratorianismo: a dieta perigosa que ganha seguidores

A influenciadora digital Audra Bear divulgou ficar 97 dias sem comer alimento sólido: 'Na maioria dos dias eu apenas bebo chás e sucos'

De tempos em tempo surge uma nova dieta que promete promover perda de peso e saúde. Algumas de fato proporcionam melhores hábitos alimentares, como a dieta mediterrânea; outras apenas colocam em risco a saúde – e a vida – de quem pratica. É o caso do respiratorianismo, uma dieta baseada no conceito de que o ser humano não precisa ingerir alimentos ou água porque é capaz de sobreviver de energia do que “está ao redor” — ar, luz… A modalidade dietética ganhou repercussão em 2014 quando Valeria Lukyanova, uma modelo ucraniana conhecida como “Barbie humana”, revelou que não comia ou bebia e vivia apenas de luz solar. 

Agora, uma influenciadora digital americana contou aos seus seguidores no Instagram que está praticando a dieta. A influenciadora digital Audra Bear, de 25 anos, não se alimenta mais de alimentos sólidos e ingere apenas sucos de frutas, água de coco, chá verde e smoothies. A moça afirmou ainda que já conseguiu passar 97 dias sem comer qualquer alimento sólido graças ao poder da energia que absorve através da respiração.

“Viver um estilo de vida prânico é mudar o enfoque de nutrir seu corpo com fontes mais densas (alimento) para fontes menos densas (energia). Eu tinha ouvido falar de pessoas vivendo dessa maneira, mas nunca pensei que seria eu! Eu costumava amar comer. Foi só quando comecei a praticar os exercícios de respiração que percebi que não tinha apetite por alimentos sólidos ou densos”, disse ela à Fox News

De acordo com a ciência, o ser humano não é capaz de sobreviver sem alimentos e água. Ou seja, praticar essa dieta pode colocar a vida das pessoas em risco. “Esta é uma prática perigosa e talvez decorra de uma falta fundamental de compreensão de como o corpo funciona. Privar nossos corpos de nutrientes essenciais provoca desequilíbrio físico e mental e pode levar à morte”, alertou Joy Stephenson-Laws, do Proactive Health Labs, nos Estados Unidos, à Fox News.

Veja também

Respiratorianismo

Os adeptos da dieta acreditam que um indivíduo é capaz de manter o corpo funcionando apenas com a absorção de “prana” (energia da vida). Aqueles que seguem esse estilo de vida dizem que se nutrem da energia absorvida pela respiração e, portanto, não necessitam de outras fontes de nutrientes. Ainda assim, alguns praticantes consomem água e sucos, como é o caso de Audra Bear. “Você pode comer, se quiser, por entretenimento ou em ambientes sociais, mas sabe que sua energia é proveniente da força vital ao seu redor. Na maioria dos dias eu apenas bebo chás e sucos. Eu como de vez em quando, agora mais por motivos festivos”, declarou.

Audra alega que desde que começou a praticar o respiratorianismo, há oito meses, ela se sente mais saudável. A influenciadora disse ainda discordar dos conselhos médicos que recomendam evitar esse estilo de vida. “Eu sinto que muitas pessoas comem por hábito e não porque sentem que precisam. Isto [dieta] não é sobre restrição. Viver dessa maneira é um grande passo para fugir da vida tradicional, mas esse estilo de vida também traz abundância, saúde e felicidade”, disse.

Segundo Audra, sua rotina focada na respiração ajudou a controlar a sensação de fome, que ela diz não mais sentir – pelo menos por comidas sólidas. “Eu sempre faço uma sessão de respiração na primeira hora da manhã. Faço cerca de 45 minutos de respiração diafragmática lenta, consciente e controlada. Então, vou praticar ioga, tomar sol, respirar mais, passar tempo na natureza, caminhar”, contou. 

Ela revelou ainda que desde o início da dieta, perdeu 15 quilos.

Os perigos

De acordo com especialistas, para viver de forma saudável o corpo precisa de seis nutrientes básicos: água, proteína, gorduras, vitaminas, minerais e carboidratos, que são adquiridos por meio da alimentação. Se o organismo não recebe cada nutrientes na quantidade necessária, pode haver declínio em funções físicas e mentais que levam à morte.

Por causa disso, Joy alerta para os perigos de praticar o respiratorianismo uma vez que restringe o consumo de nutrientes essenciais. “Você não pode sustentar um estilo de vida saudável simplesmente dominando a habilidade de extrair energia do ar. As células precisam de oxigênio, mas para fazer o seu trabalho de forma eficaz, o oxigênio precisa dos nutrientes provenientes dos alimentos que ingerimos. Sem comida, energia e saúde declinam”, alertou.