Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Reino Unido alerta para aumento de doenças ligadas à Covid-19 em crianças

Autoridades informaram que há um número crescente de crianças diagnosticadas com estado inflamatório que pode ser relacionado ao novo coronavírus

Por Redação Atualizado em 10 Maio 2020, 10h11 - Publicado em 10 Maio 2020, 09h15

As autoridades sanitárias do Reino Unido emitiram um alerta para os médicos sobre o número crescente de crianças diagnosticadas com um estado inflamatório que pode ser relacionado ao novo coronavírus. Em uma mensagem publicada no Twitter, a Sociedade Britânica de Cuidado Pediátrico Intensivo informou que nas últimas três semanas houve um aumento de crianças internadas com dores abdominais, problemas gastrointestinais e inflamações cardíacas.

ASSINE VEJA

Quarentena em descompasso Falta de consenso entre as autoridades e comportamento de risco da população transforma o isolamento numa bagunça. Leia nesta edição
Clique e Assine

No alerta, o órgão britânico ressalta que as complicações relacionadas à Covid-19 em crianças parecem ser raras, mas pediu que os médicos fiquem de sobreaviso para as possíveis complicações que podem surgir em pacientes de todas as idades.

“É importante que haja consciência sobre relações com uma potencial emergência, assim os médicos podem proporcionar o cuidado rápido e adequado para crianças e jovens”, disse Simon Kenny, o médico que chefia o setor de pediatria do Serviço Nacional de Saúde britânico.

No sábado, 9, o jornal The New York Times reportou que três crianças pequenas morreram em Nova York de uma síndrome inflamatória misteriosa associada ao novo coronavírus. Elas tiveram o coração e o sistema circulatório afetados. 

O governador da cidade, Andrew M. Cuomo, disse que muitas delas não apresentaram sintomas respiratórios comuns da ação do coronavírus quando foram levadas para hospitais da região, mas todas tiveram resultado positivo para Covid-19 ou manifestaram anticorpos para a doença no organismo.

Mais de 70 crianças apresentaram os sintomas em Nova York. Médicos associam os novos sinais da infecção aos da doença de Kawasaki, condição que causa inflamação nas paredes de vasos sanguíneos do corpo. Cuomo pediu aos pais que fiquem vigilantes caso as crianças apresentem sintomas como febre prolongada, dor abdominal intensa, mudança na cor da pele, coração acelerado e dor no peito.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)