Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Publicada autorização provisória para certificar próteses de mama

Por AE

São Paulo – O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira uma portaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para autorizar, provisoriamente, os laboratórios responsáveis por testes de preservativos masculinos e de luvas cirúrgicas a certificar também implantes mamários no País. Conforme o documento, a medida vale por seis meses a partir da publicação da portaria.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou em 21 de março uma nota informando que as importações de próteses de silicone no Brasil estariam suspensas até que fosse publicada uma resolução para tratar da certificação do produto. As novas regras foram aprovadas depois do escândalo internacional envolvendo as marcas francesa Poly Implant Prothese (PIP) e holandesa Rofil, acusadas de usar silicone inapropriado, aumentando o risco de o implante romper ou vazar e provocar problemas de saúde. De acordo com a Agência Brasil, a estimativa é que 20 mil brasileiras tenham implantes das duas marcas.

As próteses terão de passar por testes em laboratórios brasileiros para conferir a resistência e a composição do silicone usado, e por exames biológicos. Além disso, os fabricantes serão inspecionados. Até então, a empresa precisava apresentar apenas um certificado do país de origem para conseguir autorização de venda da prótese no Brasil, e os lotes não precisavam ser testados.

AE