Clique e assine a partir de 9,90/mês

Primeira infectada pelo ebola nos EUA está curada

Nina Pham, enfermeira de 26 anos que ajudou a tratar um paciente com a doença no Texas, estava internada desde o dia 10 de outubro

Por Da Redação - 24 out 2014, 14h29

A enfermeira Nina Pham, 26 anos, primeira pessoa infectada pelo ebola nos Estados Unidos, está curada da doença, anunciaram autoridades americanas de saúde do país nesta sexta-feira. “Me sinto feliz e abençoada por estar aqui hoje”, disse ela, em entrevista coletiva concedida após receber a notícia, em Maryland.

Nina fez parte da equipe que atendeu Thomas Eric Duncan, paciente liberiano diagnosticado com ebola no Hospital Presbiteriano de Dallas, no Texas, morto em 8 de outubro. Ela foi internada nesse mesmo hospital no dia 10 com sintomas do vírus e recebeu a confirmação do diagnóstico da doença após dois dias. Na última semana, a enfermeira foi transferida para uma unidade de isolamento do Instituto Nacional de Saúde em Bathesda, no Estado de Maryland.

Leia também:

Exame mostra que cão de enfermeira americana não tem ebola

Enfermeira com ebola nos EUA recebe sangue de sobrevivente

Outra enfermeira que participou do tratamento de Duncan também foi diagnosticada com ebola: Amber Vinson, de 29 anos. Nesta semana, sua família disse que ela também conseguiu combater a infecção.

Nova York – Autoridades de saúde dos Estados Unidos confirmaram na noite desta quinta-feira o primeiro caso de diagnóstico do ebola em Nova York. Trata-se do médio americano Carig Spencer, que voltou recentemente da Guiné, um dos países afetados pela atual epidemia da doença. Ele trabalhava para a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Continua após a publicidade
Publicidade