Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por que usar utensílios de plástico em alimentos quentes faz mal à saúde

Eles liberam substâncias tóxicas quando entram em contato com altas temperaturas, aumentando o risco de câncer e infertilidade

Se você utiliza espátulas ou conchas de plástico para cozinhar, aqui vai um conselho: pare imediatamente. Isso porque um estudo alemão mostrou que esses utensílios liberam substâncias químicas nocivas, chamadas de oligômeros, ao entrar em contato com temperaturas acima de 70 ºC.

De acordo com os pesquisadores do Instituto Federal Alemão para Avaliação de Riscos, quando ingeridos em altas doses, esses produtos químicos podem desencadear doenças no fígado e na tireoide. Além disso, eles já foram associados à problemas de infertilidade, câncer e colesterol alto. Os novos dados apontaram que a ingestão de 90 microgramas por dia já é perigosa para a saúde de uma pessoa que pesa até 60 quilos, por exemplo. 

Por causa disso, os cientistas recomendam que as pessoas evitem usar utensílios de plástico na preparação de alimentos quentes. A equipe ainda orientou que os governos solicitem aos fabricantes informações sobre a quantidade de oligômeros liberados por seus produtos quando aquecidos para avaliar os perigos que podem representar às pessoas.

Esse não é o primeiro estudo que traz evidências de que os plásticos usados na indústria contêm uma série de toxinas prejudiciais que se infiltram nas refeições. Muitos especialista já recomendam que as pessoas não esquentem comida em utensílios plásticos no microondas.