Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Por que tomar café da manhã pode proteger seu coração

Segundo um novo estudo americano, quem não consome a maior parte das calorias diárias pela manhã tem maior chance de acumular gordura nas artérias

Por Da Redação 9 out 2017, 19h06

Você toma café da manhã todos os dias? De acordo com um novo estudo publicado no periódico científico Journal of the American College of Cardiology, quem faz essa primeira refeição regularmente tem menos chances de desenvolver aterosclerose.

De acordo com os resultados, em um grupo de 100 pessoas, 57 mostraram algum tipo subclínico (sem sintomas) da condição. Por outro lado, entre as 100 pessoas que não se preocupavam com a refeição, 75 apresentaram algum sinal da doença. No caso da forma mais grave da doença, a aterosclerose subclínica generalizada, que afeta pelo menos quatro das seis artérias principais, a incidência foi três vezes maior: a condição atinge cerca até 29% dos indivíduos que não tomam café da manhã rotineiramente.

Calorias pela manhã

Segundo os cientistas, a refeição matinal ajuda a despertar o relógio biológico, que também é responsável por regular a fome. Na pesquisa, apenas 20% dos participantes tomava um café da manhã com mais de 20% das calorias consumidas durante todo o dia. Enquanto isso, 3% não faziam a refeição ou consumiam muito pouco, o equivalente a menos de 5% das calorias diárias.

Para testar os voluntários, os pesquisadores utilizaram uma tecnologia de ultrassom que produz ecografias tridimensionais para medir o acúmulo de gordura nas artérias. Eles analisaram 4.000 pessoas, entre 40 e 54 anos, sem problemas cardiovasculares aparentes, que também responderam a um questionário detalhado sobre suas dietas.

“Come-se mais tarde e ingere-se mais calorias do que deveria”, disse Valentín Fuster, diretor do Centro Nacional de Investigações Cardiovasculares, órgão do governo da Espanha, e principal autor do estudo.

Mais saudável

O estudo também levou em conta possíveis fatores de risco cardiovascular que poderiam se sobrepor e interferir nos resultados, como obesidade, diabetes e hipertensão. No entanto, segundo os cientistas, não é o café da manhã que influencia diretamente a obstrução arterial, mas sim que esse hábito pode ser um indicador de um estilo de vida mais saudável.

A maior parte dos voluntários que pulavam a primeira refeição do dia, por exemplo, fumava, consumia bebidas alcoólicas, carne vermelha e processados com mais frequência. Porém, consumir a maior parte das calorias diárias pela manhã pode estar associado a uma saúde melhor.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês