Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pfizer testa vacina da gripe feita da mesma forma que a da Covid

A técnica permite produzir os imunizantes mais rapidamente do que o processo usado atualmente

Por Simone Blanes 28 set 2021, 15h01

A Pfizer anunciou, nesta terça-feira 28, que começou a aplicar em humanos as primeiras vacinas contra a gripe que utilizam a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma usada na produção do imunizante contra a Covid-19. Segundo a farmacêutica, os testes clínicos estão sendo feitos nos Estados Unidos a fim de avaliar a segurança da nova vacina e sua capacidade de provocar uma reação em pessoas saudáveis de 65 a 85 anos.

De acordo com a Pfizer, a flexibilidade da tecnologia de RNA mensageiro e sua capacidade de permitir uma rápida produção podem facilitar o fornecimento e a eficácia das vacinas contra a gripe, que atualmente utilizam vírus inativados e por isso, demandam maior tempo no processo de fabricação. No momento, os imunizantes contra a gripe têm eficácia avaliada em 40% a 60%. A farmacêutica também prevê estudar o uso da tecnologia de RNA mensageiro para o combate de outros vírus respiratórios, além de formas para lutar contra doenças genéticas e câncer.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a gripe é responsável por 3 milhões a 5 milhões de casos de doença grave por ano, causando entre 290 mil e 650 mil mortes no mundo.

Publicidade