Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pfizer: governo negocia compra de mais 100 milhões de doses, diz ministro

Fábio Faria, à frente da pasta das Comunicações, afirmou que as tratativas foram iniciadas há 20 dias

Por Mariana Rosário Atualizado em 21 abr 2021, 13h30 - Publicado em 20 abr 2021, 18h42

O Ministério da Saúde está em negociação para compra de um novo lote de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira, 20, pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Atualmente, o Brasil tem garantidas outras 100 milhões de doses, com entrega prevista de 15,5 milhões até junho e o restante no segundo semestre de 2021. Na postagem, Faria não ofereceu informações sobre possíveis datas de entrega do novo montante.

LEIA TAMBÉM

Covid-19: por que é importante tomar a segunda dose da vacina 

A postagem foi compartilhada pelo atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. As tratativas destoam de decisões anteriores do Ministério da Saúde — quando comandado pelo ex-ministro Eduardo Pazuello. Conforme revelou à VEJA o CEO da Pfizer no Brasil à época, Carlos Murillo, tentativas formais de negociação para fornecimento da vacina foram ignoradas pelo governo federal. As tratativas haviam sido iniciadas em agosto. Ainda em dezembro, o contrato atualmente em vigor era discutido por conta de detalhes em relação a eventuais isenções judicias por efeitos adversos do imunizante. “Qualquer pessoa que tenha passado mal com a vacina da Pfizer, a responsabilidade não será da Pfizer, se nós assinarmos o contrato dessa forma. Os senhores sabiam disso? Acho que não”, disse Pazuello à época.

 

Continua após a publicidade

Publicidade