Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pfizer entrega mais de 2,2 milhões de vacina contra a Covid-19 no domingo

Os imunizantes chegaram em dois aviões, contendo 1.140.750 doses cada, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas

Por Simone Blanes 26 set 2021, 18h54

Neste domingo 26, o Brasil recebeu mais 2,2 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. Os imunizantes vieram em dois voos de Miami, Estados Unidos, para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo: o primeiro desembarcou às 07h49 e o segundo, às 17h, carregando 1.140.750 doses, cada um. Somadas às entregas feitas durante a última semana, a Pfizer encerra o cronograma que estimava 8,4 milhões de doses até este domingo.

Até agora, a empresa entregou 87 milhões de doses ao Ministério da Saúde. Foram 88 remessas, sendo que ainda faltam 13 milhões de vacinas para completar as 100 milhões, previstas em contrato, até quinta-feira, 30. Entre outubro e dezembro, a Pfizer deve começar a realizar as entregas de um segundo contrato com o órgão federal que prevê mais 100 milhões de doses, até o final de 2021.

A logística de entrega das doses ao governo federal conta com apoio da Receita Federal, Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. No terminal do Aeroporto de Viracopos, equipes da Receita Federal criaram um processo intitulado “desembaraço sobre nuvens”, que antecipa a conferência e a liberação da carga, feito em até 20 minutos. Após a liberação as vacinas são escoltadas até o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos.

A vacina da Pfizer foi a primeira a adquirir registro definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária no Brasil, em fevereiro deste ano. Também é o único imunizante autorizado pela Anvisa para inoculação de adolescentes de 12 a 17 anos.

Continua após a publicidade
Publicidade