Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pfizer e governo federal assinam contrato para mais 100 milhões de doses

As entregas estão planejadas para acontecer até o final deste ano, totalizando 200 milhões de doses para serem aplicadas nos braisleiros

Por Giulia Vidale Atualizado em 15 Maio 2021, 00h11 - Publicado em 14 Maio 2021, 15h20

A Pfizer anunciou nesta sexta-feira, 14, a oficialização do acordo com o governo federal para o fornecimento de mais 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida em parceria com a BioNTech. As entregas estão planejadas para acontecer até o final deste ano.

Os detalhes do novo contrato não foram revelados, mas segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, 35 milhões de doses deste novo acordo estão previstas para chegar ao país no mês de outubro. O governo federal pagou 6,6 bilhões de reais pela nova compra. Trata-se do segundo acordo do Brasil com o laboratório. No primeiro, assinado no início do ano, após meses de atraso, o governo pagou 5,6 bilhões de reais, pela mesma quantidade de doses.

LEIA TAMBÉM: Covid-19: por que é importante tomar a segunda dose da vacina

Com a oficialização do novo acordo, a farmacêutica americana irá fornecer 200 milhões de doses do imunizante para o Brasil ainda em 2021. A quantidade é suficiente para imunizar 100 milhões de brasileiros, já que a vacina é administrada em regime de duas doses.

Até o momento, mais de 2,2 milhões de doses já foram entregues. Por questões de logística, a disponibilidade do imunizante está restrita às capitais brasileira. Espera-se que nos próximos meses, com a chegada de mais vacinas e equipamentos de armazenamento, ela esteja disponível no interior dos estados e Distrito Federal.

Continua após a publicidade
Publicidade