Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Pfizer antecipa entrega de 1,8 milhão de doses pediátricas ao Brasil

Com a antecipação, serão 6,1 milhões de doses do imunizante para crianças de 5 a 11 anos, distribuídas aos estados em janeiro

Por Simone Blanes Atualizado em 27 jan 2022, 20h27 - Publicado em 27 jan 2022, 18h06

O Ministério da Saúde vai receber 6,1 milhões de doses da vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid-19 neste mês. A primeira previsão era de 4,3 milhões, mas na noite de quarta-feira, 26, a pasta anunciou, em nota, que antecipou mais 1,8 milhão de doses para janeiro. Rodrigo Cruz, secretário-executivo do Ministério da Saúde, confirmou a informação em suas redes sociais.

Para fevereiro, estima-se o recebimento de 5,4 milhões de doses do imunizante da Pfizer, distribuídos em três lotes com cerca 1,8 milhão de doses cada. As vacinas devem desembarcar no Brasil nos dias 10, 17 e 24 de fevereiro. O governo espera ainda receber mais 10 milhões de doses da Pfizer para crianças até março, mas essa entrega ainda não foi confirmada pela farmacêutica.

Vacinação infantil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a vacina pediátrica da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos em 16 de dezembro de 2021. Mas a campanha de imunização desse público sofreu vários entraves por conta de barreiras impostas pelo governo federal, encabeçadas pelo presidente Jair Bolsonaro, que se mostra contrário à vacinação infantil.

O Ministério da Saúde anunciou que as crianças de 5 a 11 anos seriam vacinadas contra a Covid-19, apenas após uma consulta pública e uma audiência pública, realizadas em janeiro. As primeiras doses da vacina pediátrica da Pfizer chegaram ao Brasil no dia 13 de janeiro e, no dia seguinte, o menino indígena Davi Seremramiwe Xavante foi a primeira criança a ser vacinada contra a doença no país.

Na quinta-feira, 20, a Anvisa aprovou o uso emergencial da CoronaVac – imunizante produzido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac – para crianças de 6 a 17 anos. Na sexta, o Ministério da Saúde confirmou a inclusão dessa vacina no plano nacional de imunização (PNI) para esse público. Segundo Rodrigo Cruz, a pasta tem 6 milhões de doses da vacina. Em nota técnica, a pasta declarou ter enviado 733.720 mil doses aos estados para a imunização dessa faixa etária, que não sejam imunossuprimidos, conforme recomendação da Anvisa. Em São Paulo, já foram vacinadas mais de 500 mil crianças, dado anunciado nesta quarta-feira, 26, pelo governador João Doria.

Abaixo, a vacinação no Brasil:

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês