Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Passeios à beira-mar, um remédio para a insônia

Um estudo inglês mostrou que praticar caminhadas próximo ao mar é mais benéfico para o sono do que passear em outros ambientes ao ar livre, como parques e montanhas

Caminhar na orla da praia, além de acalmar, também pode resultar em quase uma hora extra de sono. É o que diz um estudo divulgado recentemente pela organização britânica National Trust.

Participaram do estudo 100 ingleses com idade entre 21 e 82 anos. Eles foram divididos em dois grupos: o primeiro faria caminhadas no litoral, enquanto o segundo também caminharia em meio à natureza, mas em parques e montanhas.

O trabalho mostrou que uma caminhada próximo ao mar antes de dormir aumentou o tempo de sono em cerca de uma hora. Enquanto aqueles que realizam um passeio no interior, longe do mar, tiveram apenas 12 minutos adicionais.

De acordo com a pesquisa, um passeio na costa também traz à tona bons pensamentos relacionados à família e à infância, além de estimular a reflexão.

Leia tambbém:

Caminhar dois minutos a cada hora reduz risco de doenças

Atividade física de lazer aumenta a expectativa de vida em até sete anos

Eleanor Ratcliffe, psicóloga e principal autora do estudo, afirma que ainda não é possível encontrar uma razão específica que explique o fenômeno das caminhadas à beira- mar. Mas há uma possível explicação: os sons do oceano, a brisa e a pressão atmosférica são mais adequadas ao relaxamento e, portanto, à indução do sono.

Uma segunda parte da pesquisa, realizada a partir de questionários respondidos por 2.000 pessoas, revelou que após uma caminhada na orla nos sentimos também mais felizes e saudáveis, mais calmos traz uma sensação de escapismo.

(Da redação)