Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Parceria entre Brasil e Ucrânia mantém redução de preço de insulina

Por Da Redação 26 out 2011, 16h25

Por Equipe AE

São Paulo – A presidenta da República, Dilma Rousseff, e o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, reforçaram ontem o acordo que garante a troca de tecnologia para produção nacional de insulina. A parceria vem garantindo um dos menores preços no mundo de Insulina Humana NPH, segundo o Ministério da Saúde.

A renovação da transferência de tecnologia entre a Fiocruz, fundação ligada ao Ministério, e o laboratório ucraniano Indar garante economia ao Sistema Único de Saúde, ao manter uma referência nacional de preço e dar competitividade ao setor.

A estimativa é que, sem o acordo, os valores seriam de R$ 20 por frasco, em vez dos R$ 2,5 praticados atualmente nas compras do governo federal. A aquisição por licitação representa 75% do total. As demais 25% são feitas pelo acordo. Nessa modalidade, o frasco é adquirido por R$ 11,57, o que inclui a transferência de tecnologia, diz o Ministério.

Equipe AE

Continua após a publicidade
Publicidade