Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Para evitar alergia a amendoim, coma… amendoim

Segundo um estudo, crianças que consomem frequentemente o alimento têm menos risco de desenvolver alergia a ele

Por Da Redação 23 fev 2015, 19h39

Quer que seu filho não desenvolva alergia a amendoim? Comece a dar o alimento a ele a partir dos onze meses de idade. Essa foi a conclusão de um estudo publicado nesta segunda-feira no periódico New England Journal of Medicine.

Pesquisadores selecionaram 640 crianças de quatro a onze meses consideradas com alto risco de desenvolver alergia ao amendoim, por apresentarem sensibilidade ao ovo ou dermatites graves.

Leia também:

Crianças americanas sofrem cada vez mais com alergias

Testes de alergia podem produzir resultados enganosos

Alergia – Metade das crianças comeu comidas com amendoim pelo menos três vezes por semana ao longo de cinco anos. A outra metade foi aconselhada a evitar o fruto até alcançar os cinco anos.

Das crianças que ingeriram amendoim com frequência, 3,2% desenvolveram alergia alimento, ante 17,3% daquelas que foram orientadas a evitá-lo.

“Há décadas alergistas recomendam que, para prevenir hipersensibilidade, é preciso evitar o consumo de comidas que possam causar alergia, como o amendoim. Nossos resultados sugerem que esse conselho está incorreto e pode ter contribuído para o aumento do número de alergias ao amendoim e a outros alimentos”, afirma o coautor do estudo Gideon Lack, professor do King’s College de Londres, na Inglaterra.

(Da redação de VEJA.com)

Continua após a publicidade
Publicidade