Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Oxford: Fiocruz entrega primeiro lote de vacinas produzidas no Brasil

Cerca de 500.000 doses serão liberadas neste primeiro momento e outras 580.000 são esperadas para sexta; ao fim do mês, 3,8 milhões serão disponibilizadas

Por Mariana Rosário Atualizado em 25 mar 2021, 18h22 - Publicado em 17 mar 2021, 10h21

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) iniciou nesta quarta-feira, 17,  a entrega das primeiras vacinas produzidas pela instituição. Trata-se do imunizante da Universidade de Oxford desenvolvido em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Esse primeiro lote contém 500.000 doses e outras 580.000 serão enviados ao Ministério da Saúde na sexta-feira 19. Serão ao todo 1 milhão e 80 mil doses entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

LEIA TAMBÉM: Tomei a vacina da Covid-19. E agora?

Vacina Covid-19 produzida no país

Com o registro definitivo, concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última sexta-feira 12, a Fiocruz passou a ser a detentora do primeiro registro de uma vacina Covid-19 produzida no país.

Em março, serão entregues, ao todo, 3,8 milhões de vacinas e a Fiocruz afirmou, por meio de nota, que já iniciou o escalonamento gradual da produção.

Na última sexta, uma segunda linha de produção entrou em operação, o que vai permitir o aumento da capacidade produtiva de Bio-Manguinhos/Fiocruz. “A expectativa é chegar até o final do mês com uma produção de cerca de um milhão de doses por dia”, declarou a instituição.

Continua após a publicidade
Publicidade