Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Oxford: Fiocruz antecipa entrega de lote com 580.000 vacinas

Com a nova monta, instituição encaminhou por volta de 5 milhões de doses ao Ministério da Saúde

Por Mariana Rosário Atualizado em 25 mar 2021, 18h22 - Publicado em 18 mar 2021, 19h37

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou nesta quinta-feira, 18, o segundo lote de vacinas produzidas na instituição com Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) importado. A cota com 580.000 aplicações era inicialmente esperada para amanhã, sexta. O primeiro lote, com 500.000 doses, foi entre na quarta-feira 17.

Com a entrega, o Ministério da Saúde recebeu 5,08 milhões de unidades do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Até o fim do mês de março a instituição planeja liberar um total de 3,8 milhões de doses.

Ao todo, considerando o primeiro e o segundo semestre, a Fiocruz é responsável por 210, 4 milhões de imunizantes contra a Covid-19. Outros 12 milhões de aplicações do mesmo medicamento chegarão por meio do Instituto Serum, na Índia.

A Fiocruz é a principal parceira do Ministério da Saúde no PNI contra a Covid-19. A instituição no Rio de Janeiro é responsável  por 39% das doses de vacinas contra a Covid-19 contratadas para este 2021.

Leia também:

  • Carta ao Leitor: O caminho perdido, entenda melhor sobre a economia do Brasil.
  • Bolsonaro ainda não deu sinais claros de que compreende o tamanho do buraco em que se encontra.
  • Medicina Avançada: Novas tecnologias conferem a médicos, seguranças e soldados, visão especial.
  • Fracasso do governo na pandemia acentua uma urgência: acelerar a vacinação.
  • Plano de Bolsonaro para melhorar imagem já admite isolamento social total.
  • O inimigo dentro de casa: o novo embate entre o Planalto e o Coaf. 
Continua após a publicidade

Publicidade