Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Osasco monitora colegas de menina morta com a doença

A Secretaria de Saúde de Osasco, município da Grande São Paulo, começou neste sábado a monitorar o estado de saúde das crianças que tiveram contato com a menina de 11 anos que morreu por causa da gripe suína, ou gripe A (H1N1). A garota é a primeira vítima fatal da doença no estado de São Paulo e a segunda no país.

Agentes da Vigilância Epidemiológica da cidade foram destacados para encontrar as crianças que estiveram com a menina na escola ou na van de transporte escolar.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Carnecy Lopes de Almeida, informou que os agentes conversam com colegas de classe da menina e de seu irmão e outras pessoas que usaram o mesmo transporte escolar. A Vigilância pede que os pais fiquem atentos aos sintomas da gripe.

“Também estamos trabalhando na investigação sobre a forma como a vítima fatal e seus familiares contraíram a doença, fazendo uma busca ativa na escola e outros locais frequentados por eles”, informou a prefeitura de Osasco em nota.