Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Os estados que mais aceleraram os processos de vacinação na última semana

Rondônia, Tocantins, Goiás e Amazonas demoraram, mas começaram a imunização de forma consistente em seus territórios

Por Alexandre Senechal Atualizado em 12 fev 2021, 10h13 - Publicado em 3 fev 2021, 18h22

Nos primeiros dias da vacinação no Brasil, alguns estados tiveram dificuldade para distribuir as doses recebidas da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, e da vacina do consórcio Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e iniciar seus processos de imunização. Na última semana, porém, a maioria das federações do país conseguiu acelerar o atendimento.

Rondônia, Tocantins, Goiás e Amazonas são os principais exemplos. Em relação à semana passada, Rondônia teve o maior aumento registrado: passou de 1.602 doses aplicadas para 18.595 até às 18 horas desta quarta-feira, 3. Um aumento de 1.060,7%. No mesmo período, Tocantins apresentou um crescimento de 799,8% na distribuição, enquanto Goiás teve 688,8% de aumento e já atendeu mais de 100.000 pessoas.

LEIA TAMBÉM: Vacina Sputnik V contra Covid-19: o que saber sobre eficácia e segurança

O Amazonas chegou a ter a vacinação suspensa por suspeitas de irregularidades — que incluiriam o recebimento indevido de doses por “fura-filas” — na aplicação de doses. Desde que a situação foi regularizada, foram mais de 63.000 doses aplicadas e um crescimento de 668,2%.

Dois estados da Região Norte, Amapá e o Acre, não disponibilizam dados suficientes de seus processos de vacinação e não tiveram alterações na tabela nesta semana.

O levantamento de VEJA divulga a situação da vacinação nos 26 estados e mais o Distrito Federal com dados do site Coronavírus Brasil, confirmados junto às secretarias estaduais que disponibilizam informações diárias sobre seu processo de imunização.

Confira os números da vacinação nos estados e no país atualizados até às 18h desta quarta-feira, 3:

Continua após a publicidade
Publicidade