Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

OMS atualiza diretrizes para crianças com doença associada à Covid-19

Organização Mundial da Saúde faz recomendações de tratamentos sobre síndrome inflamatória multissistêmica, que desenvolve inflamação em diferentes órgãos

Por Simone Blanes 23 nov 2021, 19h48

A Organização Mundial da Saúde publicou nesta terça-feira 23, diretrizes atualizadas sobre o tratamento de crianças com síndrome inflamatória multissistêmica (MIS-C) associada à Covid-19. A MIS-C é uma doença rara e séria caracterizada por inflamação em diferentes órgãos do corpo de crianças que desenvolvem a Covid-19. Jovens com essa condição precisam de cuidados especiais e podem necessitar de internação em unidade de terapia intensiva (UTI). Porém, com os cuidados médicos adequados, os pacientes pediátricos podem se recuperar.

Segundo as diretrizes atualizadas da OMS, é recomendado o uso de corticosteroides em crianças e adolescentes hospitalizados de 0 a 18 anos com essa condição, além de tratamento e cuidados de suporte. Essa recomendação vem após três estudos observacionais reunindo dados de 885 pacientes no total.

A OMS descreveu a MIS-C pela primeira vez em maio de 2020, com uma definição clínica preliminar. No geral, as crianças permanecem com baixo risco de desenvolver a Covid-19 grave mas, semelhante ao que acontece com os adultos, certas comorbidades as tornam mais suscetíveis ao desenvolvimento de quadros mais graves. As doenças mais comumente relatadas são obesidade, doença pulmonar crônica (incluindo a asma), doença cardiovascular e imunossupressão.

Publicidade