Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Obesidade saudável’ é um mito, afirma estudo

Segundo pesquisa britânica, apesar de parecerem saudáveis em resultados de exames, pessoas acima do peso ainda estão sob risco de doenças cardíacas

Por Da Redação Atualizado em 15 ago 2017, 19h19 - Publicado em 15 ago 2017, 19h05

Se você está acima do peso, ter bons resultados nos exames médicos não é o suficiente para dizer que está saudável. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico European Heart Journal, pressão arterial normal e bons níveis de colesterol e açúcar no sangue não são garantia de saúde entre pacientes obesos.

Mesmo em boas condições, esse grupo – que possui um IMC acima de 30 – corre um risco desenvolver doenças cardíacas 28% maior do que indivíduos com os mesmos resultados nesses exames, mas com um peso corporal equilibrado. Já quem tem sobrepeso – IMC de 25 a 30 – tem esse risco aumentado em até 26%.

  • O estudo

    Cientistas da Imperial College London e da Universidade de Camdridge, ambas no Reino Unido, analisaram o estado de saúde de mais de meio milhão de europeus ao longo de 12 anos. Durante o período, 7.637 desenvolveram doenças cardíacas – e o peso em excesso pareceu ser o principal fator de risco, mesmo entre aqueles com pouca ou nenhuma alteração metabólica.

    Doenças futuras

    O sobrepeso, segundo os especialistas, pode não ser o responsável direto pelas doenças do coração, mas ao longo do tempo pode prejudicar a saúde ao elevar a pressão sanguínea e o nível de glicose. Para os pesquisadores, o estudo pode servir como um lembrete de que o controle de peso é importante para evitar complicações futuras.

  • “Não existe mais esse conceito de obesidade saudável. Nosso estudo mostra que pessoas com excesso de peso e que podem ser consideradas ‘saudáveis’ podem não ter desenvolvido um perfil metabólico desfavorável, mas isso virá mais tarde.”, disse Ionna Tzoulaki, da Imperial College London, à BBC News.

    Continua após a publicidade
    Publicidade