Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nos EUA, consumidores processam FDA por antibióticos em ração animal

Entidades dizem que prática ajuda a criar perigosas superbactérias

Diversos grupos de defesa do consumidor entraram com uma ação federal contra a Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) reclamando sobre o uso de antibióticos humanos na ração animal. Eles dizem que essa prática ajuda a criar perigosas superbactérias.

A ação foi apresentada na última sexta-feira e recorda que, em 1977, a FDA concluiu que a prática de alimentar animais saudáveis com baixas doses de penicilina e tetraciclina poderia levar a uma seleção de bactérias mais resistentes a antibióticos.

“No entanto, apesar dessa conclusão e de leis que exigem que a agência aja diante dessas descobertas, a FDA fracassou em tomar qualquer atitude para proteger a saúde humana”, dizem os grupos em comunicado. São eles o Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, o Centro de Ciências no Interesse Público, o Consórcio para Interesses de Alimentação Animal, o Cidadão Público e os Cientistas em Causa.

A FDA não comentou a ação. No ano passado, autoridades da agência do governo pressionaram os produtores para que dessem menos antibióticos aos animais, reduzindo o risco de seleção de bactérias resistentes.

(Com Agência Estado)