Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Jack LaLanne, 96, guru americano do fitness

Fisiculturista foi precursor dos hábitos saudáveis e da alimentação balanceada

Aos 42 anos, LaLanne fazia 1.033 flexões em apenas 23 minutos

Jack LaLanne – o guru americano da dieta e dos hábitos saudáveis – morreu neste domingo, vítima de uma insuficiência respiratória, desencadeada por uma pneumonia. Para o homem vaidoso e sempre preocupado com sua imagem pessoal, sua idade, 96 anos, foi o melhor testemunho de que o cuidado com a saúde não foi em vão, embora a morte nunca tenha feito parte de seus planos. “Eu não posso morrer. Seria péssimo para minha imagem”, disse, em 2006.

Pose de artista: aos 88 anos, em 26 de setembro de 2002, Jack LaLanne recebe sua estrela na calçada da fama de Hollywood, em Los Angeles, Califórnia Pose de artista: aos 88 anos, em 26 de setembro de 2002, Jack LaLanne recebe sua estrela na calçada da fama de Hollywood, em Los Angeles, Califórnia

Pose de artista: aos 88 anos, em 26 de setembro de 2002, Jack LaLanne recebe sua estrela na calçada da fama de Hollywood, em Los Angeles, Califórnia (/)

Antes mesmo da popularidade dos aparelhos domésticos de ginástica, LaLanne já inspirava donas de casas americanas a levarem um estilo de vida saudável. Com o Jack LaLanne Show, programa televisivo exibido entre as décadas de 50 e 80, ele foi responsável por popularizar o levantamento de peso e por criar técnicas originais de exercício físico sem a ajuda de equipamento próprio de ginástica. Muitas de suas técnicas foram combatidas pela comunidade médica, que na época afirmava que os exercícios preconizados por ele poderiam causar problemas de saúde. O tempo deu razão a LaLanne.

Vestido com uma roupa justa, destacando os bíceps torneados, LaLanne utilizava objetos encontrados comumente em qualquer residência para a prática de atividades físicas, como cadeira, fio e até toalhas. Em seus programas, LaLanne também ensinava como praticar flexões utilizando apenas as pontas dos dedos das mãos e dos pés, mas alertava: “Não tente isso em casa. Diga ao seu marido para tentar. Não você”. Aos 42 anos, LaLanne fazia 1.033 flexões em apenas 23 minutos.

Didático, ele ensinava como fazer ginástica facial usando um atlas do corpo humano.


Em seu programa, LaLanne aparecia com o seu cachorro Happy, um pastor alemão branco bem comportado. Uma estratégia interessante para conquistar sua audiência. Enquanto o cão atraia a atenção das crianças para a TV, as mães se viam obrigadas a levantar de suas camas para assistir ao programa.


A preocupação de LaLanne com a dieta começou cedo, após ouvir uma conversa sobre alimentação saudável aos 15 anos. Mais tarde, ele abriu um local onde era possível se exercitar, tomar suco e comer alimentos saudáveis. Ele culpava o vício em açúcar por ter tentado, na infância, colocar fogo na casa e atacar o irmão com um machado.

Depois da popularidade alcançada por conta da televisão, LaLanne abriu dezenas de academias que levavam o seu nome. Ele também deu sua marca a um aparelho de ginástica para as pernas e a um aparelho Power Juicer, que mistura frutas e vegetais, além de lançar livros e vender vídeos de fitness.

Ele dizia que praticava exercícios até sentir fadiga muscular ou até que fosse impossível levantar pesos. “A única maneira de ferir seu corpo é não usá-lo”, dizia LaLanne. “A inatividade é o assassino. Lembre-se, nunca é tarde demais.”