Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Morre, aos 83, Jack Kervokian, conhecido como ‘Dr. Morte’

Médico era famoso pela defesa da eutanásia - e por ajudar 130 pessoas a morrer

Por Da Redação
3 jun 2011, 11h15
  • Seguir materia Seguindo materia
  • Morreu nesta sexta-feira, aos 83 anos, o médico americano Jack Kevorkian, mais conhecido como o “doutor Morte“. Kervokian chamou a atenção do mundo por sua defesa do suicídio assistido. Nos anos 90, o médico ajudou 130 pessoas a colocarem fim às próprias vidas por meio de uma máquina chamada Tanatron, criada por ele. Kervokian estava internado há duas semanas com problemas no coração e nos rins.

    Publicidade

    Acervo Digital VEJA: Eutanásia – o debate sobre a escolha pela morte

    Publicidade

    De acordo com o advogado do médico, Mayer Morganroth, Kervokian teria morrido após uma trombose pulmonar. A causa oficial da morte, no entanto, ainda não foi divulgada.

    Afeito aos holofotes, o “doutor Morte” ajudou centenas de pacientes terminais a dar cabo da vida e enfrentou com audácia processos na Justiça, saindo sempre incólume. Até que, em 1999, foi condenado à prisão por cruzar uma linha perigosa: submeteu um paciente à eutanásia e mostrou tudo em um vídeo exibido em cadeia nacional de TV. Kervokian foi libertado em 2007, já com 80 anos.

    Publicidade
    Continua após a publicidade

    Doutor Morte – Com o auxílio de sua máquina, Kevorkian proporcionava a seus pacientes uma morte rápida, indolor e limpa, graças a doses altíssimas de anestésicos, de relaxantes musculares e potássio. A válvula por onde escoavam os medicamentos letais era aberta pelos próprios pacientes. Kevorkian funcionava apenas como o idealizador da operação. A vida do médico, porém, complicou-se após a morte de Thomas Youk, em 1999. Diferentemente dos casos anteriores, desta vez foi o próprio doutor Kevorkian quem introduziu as agulhas e injetou os venenos no organismo do paciente – tudo gravado em um vídeo, exibido pela rede de televisão CBS.

    A história do “doutor Morte” foi transformada em um filme, protagonizado por Al Pacino. Indicado a quinze prêmios Emmy, You Don´t Know Jack (2010) conta a história de Kevorkian em busca do reconhecimento do suicídio assistido de pacientes terminais, sua luta contra os dogmas da sociedade e sua prisão.

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

    Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

    O Brasil está mudando. O tempo todo.

    Acompanhe por VEJA.

    MELHOR
    OFERTA

    Digital Completo
    Digital Completo

    Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 2,00/semana*

    ou

    Impressa + Digital
    Impressa + Digital

    Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 39,90/mês

    *Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
    *Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.