Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ministério da Saúde reduz quarentena por Covid-19 para sete dias

Paciente que não apresentar sintomas no quinto dia pode fazer teste para poder encerrar isolamento

Por Paula Felix Atualizado em 10 jan 2022, 19h59 - Publicado em 10 jan 2022, 19h41

O prazo de quarentena de pessoas com Covid-19 foi reduzido de dez para sete dias, segundo anúncio feito pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira, 10. Mas será possível interromper o isolamento caso, após o quinto dia, o paciente não apresente sintomas e faça um teste RT-PCR, considerado padrão ouro para detectar a doença.

“A nossa proposta é, para pessoas que são imunocompetentes, com Covid positivo, um isolamento é de, no mínimo, sete dias. Se ficar sem sintomas respiratórios, sem febre e sem uso de medicamentos antitérmicos por ao menos 24 horas após cinco dias, pode testar e seguir recomendações adicionais de evitar aglomerações, evitar contato com pessoas imunossuprimidas e manter as medidas não farmacológicas (como usar máscara). Se for positivo, deve manter o isolamento até completar o décimo dia”, explica Arnaldo Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde da pasta.

A redução segue tendência de países como Estados Unidos e Reino Unido. No fim do ano passado, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) recomendou a redução do prazo de isolamento de dez para cinco dias para pacientes assintomáticos.

Segundo Medeiros, não é necessário testar se a pessoa não apresentar sintomas após o sétimo dia. Tendo sintomas, deve fazer o teste RT-PCR. “Se após dez dias estiver sem sintomas, não é necessário testar e sai do isolamento, mas deve manter as medidas não farmacológicas.”

Continua após a publicidade

Publicidade