Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mali confirma o primeiro caso de ebola no país

Menina de 2 anos foi diagnosticada com o vírus. País se torna o 6º a confirmar um caso de ebola na África, após Libéria, Serra Leoa, Guiné, Nigéria e Senegal

Por Da Redação - 24 Oct 2014, 04h36

O ministério da Saúde do Mali confirmou nesta quinta-feira o primeiro caso de ebola no país africano. O anúncio foi feito na rede de televisão estatal pelo ministro da pasta, Ousmane Kone. De acordo com a autoridade, a paciente é uma menina de dois anos de idade que veio da vizinha Guiné. A criança foi levada para um hospital na cidade de Kayes, na quarta-feira, e sua amostra de sangue testou positivo para o vírus.

Leia também:

Britânico curado do ebola volta a Serra Leoa

OMS declara que Nigéria está livre do ebola

Continua após a publicidade

O Mali é o sexto país da África Ocidental a confirmar um caso de ebola. A maioria das mortes causadas pela epidemia do vírus aconteceram na Libéria, Serra Leoa e Guiné. Senegal e Nigéria também tiveram casos de ebola vindos de outros países e recentemente foram declarados livres do vírus. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a epidemia matou pelo menos 4.877 pessoas e infectou outras 9.936. A OMS, no então, ressalta que estas estatísticas estão subestimadas e que os dados reais podem ser o triplo disso.

Estados Unidos – Também nesta quinta-feira, um médico de Nova York foi diagnosticado com o vírus. Craig Spencer, que trabalha para a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF), voltou há uma semana da Guiné, onde tratou pacientes infectados com a doença. O profissional está internado em um hospital de referência para o vírus em Nova York e as autoridades americanas asseguram que “estão preparadas” para lidar com o caso. Spencer é a quarta pessoa a ser diagnosticada com ebola nos Estados Unidos.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade