Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pfizer: 1,1 milhão de doses chegam a 26 capitais a partir de amanhã

Ministério da Saúde distribuirá a monta até terça, 11; única exceção é Boa Vista (RR), que receberá as doses na quinta, 13

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 9 Maio 2021, 18h50 - Publicado em 9 Maio 2021, 18h38

O Ministério da Saúde vai distribuir mais 1,1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer a partir de amanhã segunda-feira, 10. De acordo com a pasta, os imunizantes chegarão a 26 capitais do país até terça-feira — apenas em Boa Vista (RR) a previsão de entrega é quinta-feira, em consequência da escassez de voos para cidade. O anúncio foi feito neste domingo, 9.

A nova remessa atenderá, prioritariamente, a pessoas com comorbidades, além de gestantes e puerpérias que ainda não receberam a primeira dose. Ao menos por enquanto, as vacinas da Pfizer serão aplicadas somente nas capitais, em virtude da dificuldade de armazenamento do produto, que precisa ser conservado em baixas temperaturas.

“No Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos, as doses estão armazenadas a uma temperatura de -90°C a -60°C. Ao serem enviadas aos estados, as vacinas estarão expostas a temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de +2 a +8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias”, justifica o ministério.

Na quinta-feira, 6, o governo federal anunciou a liberação de 6,6 bilhões de reais para a compra de 100 milhões de doses do imunizante da Pfizer, que está entre os mais eficientes mundo afora. Trata-se do segundo acordo do Brasil com o laboratório. No primeiro, assinado no início do ano, após meses de atraso, o governo pagou 5,6 bilhões de reais, pela mesma quantidade de doses.

Até o momento, de acordo com o Ministério da Saúde, 47 milhões de brasileiros receberam pelo menos uma dose de uma das vacinas disponíveis contra o coronavírus.

Continua após a publicidade
Publicidade