Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Janssen pede análise de dose de reforço de vacina contra Covid-19 à Anvisa

Imunizante era aplicado, até então, em dose única. Solicitação será avaliada em um prazo de até 30 dias

Por Paula Felix 22 nov 2021, 14h05

A farmacêutica Janssen encaminhou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de análise para inclusão da dose de reforço na bula de sua vacina contra a Covid-19, até então aplicada em dose única. Na semana passada, o Ministério da Saúde anunciou doses adicionais dos imunizantes contra a doença para toda a população com mais de 18 anos e a agência encaminhou questionamentos, destacando a situação da vacina da Janssen, que foi liberada para uso emergencial no país.

A solicitação foi feita na noite da última sexta-feira, 19. De acordo com a agência, o pedido prevê tanto o reforço com o imunizante da farmacêutica (homólogo) quanto com uma vacina diferente (heterólogo). Neste caso, a proposta da empresa é de que ele seja realizado em pessoas que concluíram a proteção com vacina que utiliza a tecnologia mRNA. No Brasil, a única vacina aprovada do gênero é a da Pfizer.

“A proposta de dose de reforço busca manter ou mesmo elevar a imunização obtida após a vacinação primária”, informa comunicado da agência.

O pedido será analisado em um prazo de até 30 dias e serão levados em consideração os dados e estudos conduzidos pela Janssen. A partir deles, a Anvisa vai definir as condições de uso, intervalos e indicações da vacina.

Continua após a publicidade

Publicidade