Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

iPod e tocadores de música lideram causas da perda de audição entre jovens

O hábito de ouvir música em volumes acima de 85 decibéis está prejudicando a saúde dos adolescentes

O uso de tocadores de mp3 é um dos principais responsáveis pelo aumento de 30% na perda de sensibilidade auditiva por jovens na faixa entre 12 e 19 anos

Ouvir música com um fone de ouvido e volume elevado está entre as principais causas de perda parcial de audição entre os adolescentes americanos. O problema foi diagnosticado em um estudo conduzido por Josef Shargorodsky, do Hospital para Mulheres de Boston. Segundo o médico, o uso de iPods e outros tocadores de mp3 é um dos principais responsáveis pelo aumento de 30% na perda de sensibilidade auditiva por jovens na faixa entre 12 e 19 anos.

As taxas aumentam vertiginosamente para 77%, no entanto, quando se analisa apenas o grupo com perda (ainda) pequena da audição. “A pesquisa chama a atenção para os riscos, já conhecidos, que esses aparelhos representam para a audição, principalmente quando usados em volumes muito elevados”, comenta Emma Harrison, diretora do Instituto Nacional para Pessoas Surdas da Inglaterra.

Estima-se que cerca de dois terços dos usuários que ouvem música com fones de ouvido mantenham o volume acima dos 85 decibéis recomendados pela Organização Mundial de Saúde – em uma conversa normal, o som emitido é de aproximadamente 90 decibéis. “Acima disso, a pessoa corre o risco de sofrer danos permanentes à audição”, completa Emma.

Em junho deste ano, a Inglaterra lançou a campanha “Não Perca a Música”, buscando estimular os jovens a ouvir música em volumes mais baixos. A Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial informou que no Brasil ainda não há dados sobre o assunto.