Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Inspirados em baleias, cientistas criam capa antibacteriana

Tecido que revestirá equipamentos médicos imita pele de animais marinhos

Por Da Redação 29 dez 2010, 10h21

Cientistas de Cingapura desenvolveram uma nova forma de evitar a propagação de infecções hospitalares. E a descoberta foi inspirada no sistema de proteção natural dos golfinhos e das baleias-piloto. A pele desses animais marinhos possui uma propriedade antibacteriana que os pesquisadores buscaram imitar ao produzir uma “pele” sintética em laboratório. O material deverá ser utilizado para revestir equipamentos médicos, evitando assim as infecções hospitalares.

“Com milhões de anos de experiência, a natureza produziu algumas das mais sofisticadas e adaptáveis formas de vida. Há melhor professor de engenharia do que a Mãe Natureza?”, disse Low Hong Yee, diretora do consórcio A*STAR’s Industrial Consortium On Nanoimprint, responsável pelo desenvolvimento do estudo.

A tecnologia utilizada na produção da capa antibactérias chama-se nanoimpressão. Por meio da técnica, os cientistas são capazes de reproduzir texturas naturais em materiais sintéticos. O novo método possui ainda uma vantagem em relação às técnicas tradicionais para evitar a contaminação por bactérias: não utiliza substâncias prejudiciais à saúde, como radiação UV, íons de metal e outros componentes químicos tóxicos.

Publicidade