Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Infectado por ebola é levado à França para tratamento

Funcionário da ONU trabalhava em Serra Leoa. Ele foi transportado em uma ambulância aérea até Paris e colocado "em isolamento de alta segurança"

A França recebeu um funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU) que trabalhava em Serra Leoa e está infectado com o vírus ebola, anunciou neste domingo o Ministério da Saúde francês. De acordo com comunicado do ministério, o funcionário foi transportado em uma ambulância aérea e colocado “em isolamento de alta segurança” em um hospital militar perto de Paris.

Leia mais:

Livres de ebola, enfermeira e seu cão se reencontram

Canadá restringe vistos para evitar contágio de ebola

Banco Mundial libera mais US$ 100 milhões para combate ao ebola

Complicações geradas pelo vírus ebola causaram pelo menos 4.922 mortes em 13.703 casos registrados desde o início do ano até 27 de outubro. A maioria dos casos foi registrada três países: Libéria, Serra Leoa e Guiné-Conacri, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Trata-se de uma doença com alta letalidade, para a qual não existe tratamento específico, nem vacinas comercialmente disponíveis. A auxiliar de enfermagem espanhola Teresa Romero, de 44 anos, foi a primeira pessoa infectada fora da África. Ela saiu do isolamento no Hospital Carlos III, em Madri, neste sábado, depois de conhecidos os resultados negativos das últimas análises feitas.

(Com agência Brasil)