Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Indonésia diz que CoronaVac teve 65,3% de eficácia em testes no país

Com isso, a nação asiática aprovou o uso emergencial da vacina produzida pela farmacêutica Sinovac

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2021, 07h42 - Publicado em 11 jan 2021, 07h35

A Indonésia informou nesta segunda-feira, 11, que a CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac, apresentou 65,3% de eficácia, de acordo com os resultados preliminares da última fase de testes do imunizante no país. Diante desses dados, a agência reguladora de alimentos e medicamentos local aprovou o uso emergencial do fármaco.

“Esses resultados atendem aos requisitos da Organização Mundial da Saúde de um mínimo de eficácia de 50%”, afirmou Penny K. Lukito, que chefia a agência, em entrevista coletiva. O presidente da Indonésia, Joko Widodo, disse que será a primeira pessoa a ser imunizada.

“Por que o presidente primeiro? Não se trata de me colocar em primeiro lugar, mas de garantir a todos que essa vacina é segura”, afirmou em uma rede social.

O imunizante foi liberado para uso emergencial após as autoridades do país analisarem os dados dos ensaios clínicos realizados no Brasil, Turquia e na própria Indonésia. Com brasileiros, a eficácia foi de 78% em casos leves e 100% contra casos moderados e graves. Na Turquia, a taxa de eficácia ficou em 91,25%.

Desta forma, a Indonésia, país mais afetado pela Covid-19 no sudeste asiático, se torna o segundo a liberar a CoronaVac, depois da China. A aplicação deve começar nesta quarta-feira, 13.

Continua após a publicidade
Publicidade