Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Implante é desenvolvido para medir nível de açúcar no sangue

Cientistas americanos trabalham em um novo dispositivo para facilitar a vida dos diabéticos quando precisarem checar o nível de açúcar no sangue – o incômodo de ter que furar o dedo pode estar com os dias contados. Na Universidade de San Diego foi desenvolvido um sensor que faz a medição da glicose sem intervalos.

O implante – que tem cerca de 3,5 centímetros – vem sendo testado em porcos há um ano. É formado por dois sensores: um que detecta o oxigênio, e o outro que estuda a reação com a glicose. Os resultados são transmitidos a um outro aparelho que interpreta os dados, como um celular por exemplo.

Segundo o cientista David Gough, que coordena a pesquisa, o dispositivo funciona “por um ano ou mais, constantemente, e medindo a glicose satisfatoriamente”. “Agora, estamos concentrados em começar os testes em humanos. Esperamos que isso aconteça em alguns meses”, adiantou ao jornal inglês Daily Mail.

Insulina – O sensor pode ser usado em pessoas com diabetes tipo 1 e 2. Com monitoramento constante, é possível definir com maior precisão a quantidade de insulina que o paciente necessita, além de controlar de forma mais eficiente a dieta e a rotina de exercícios. Os pesquisadores também esperam que o sensor ajude pais que passam as noites acordados monitorando os filhos que sofrem da doença. O implante poderia acordá-los com um alarme, por exemplo, quando os níveis de glicose subissem.

Se os testes com humanos derem certo, os pesquisadores acreditam que o dispositivo estará à venda dentro de alguns anos, desde que prescrito por um médico. O estudo foi publicado no periódico Science Translational Medicine.