Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hidrogel usado por modelo está irregular desde março

Aqualift, produto utilizado por Andressa Urach, está com o registro vencido na Anvisa

O hidrogel da marca Aqualift está sem registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde março. O produto é o mesmo usado pela modelo e apresentadora Andressa Urach, de 27 anos, que está internada desde o dia 29 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre.

Andressa apresenta processo de infecção em decorrência da aplicação de hidrogel nos membros inferiores, realizada há cinco anos em uma clínica. A substância só pode ser usada por médicos para pequenos procedimentos, como cicatrizes e preenchimentos na face.

Segundo a Anvisa, qualquer medicamento no país deve fazer a revalidação de seu registro a cada cinco anos. A Aqualift, porém, perdeu o prazo. De acordo com a agência, a empresa já entrou com novo pedido e passará novamente por todas as etapas até obter o documento.

Leia também:

Hidrogel utilizado por Andressa Urach está ultrapassado na medicina

A Anvisa reitera que considera o produto clandestino por causa da falta de renovação do registro e não por problemas na qualidade do hidrogel. Se a substância for flagrada sendo produzida ou comercializada no período em que está irregular, a empresa pode ser processada e até fechada, segundo a agência.

Internada – Nesta quinta-feira, Andressa Urach apresentou nova melhora em seu quadro clínico. De acordo com o boletim médico enviado à imprensa pelo hospital onde a modelo está internada, Andressa está acordada e respira sem ajuda de aparelhos. A modelo, no entanto, ainda “inspira cuidados”, segundo o texto, e não tem previsão de deixar a UTI.

(Com Estadão Conteúdo)