Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo publica diretrizes para troca de implantes mamários defeituosos

Critérios foram estabelecidos em janeiro e se referem a procedimentos que deverão ser feitos tanto pelo SUS quanto pelos planos de saúde

Por Da Redação 8 fev 2012, 09h27

O Ministério da Saúde publicou nesta terça-feira, no Diário Oficial da União, as diretrizes técnicas que irão orientar os procedimentos de substituição das próteses de silicone das marcas Poly Implant Prothese (PIP) e Rofil. Os critérios foram estabelecidos no dia 18 de janeiro, em reunião da qual participaram representantes do Ministério, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e das sociedades brasileiras de Mastologia e de Cirurgia Plástica.

As diretrizes definidas na reunião constam na Portaria 196 e se referem ao atendimento que será dado tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) quanto pelos planos de saúde. As orientações são as mesmas para ambos: uma vez comprovada a necessidade da troca dos silicones, os dois sistemas deverão cobrir os gastos da cirurgia reparadora.

Saiba quais as diretrizes do Ministério da Saúde para a troca dos implantes mamários da PIP e Rofil:

Leia também:

Ministério da Saúde divulga lista dos hospitais que realizarão troca de silicone adulterado

Leia também:

Planos que não trocarem prótese adulterada terão multa de R$ 80 mil

Continua após a publicidade
Publicidade