Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fumar logo após acordar aumenta o risco de câncer

Segundo novo estudo americano, a hora em que uma pessoa consome o primeiro cigarro do dia pode determinar seus níveis de uma substância associada aos cânceres de boca e de pulmão

Quanto mais cedo uma pessoa consome o seu primeiro cigarro do dia, maior o risco de ela desenvolver câncer de pulmão ou de boca, concluiu um estudo feito na Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Segundo a pesquisa, indivíduos que fumam imediatamente após acordar têm níveis mais elevados de uma substância produzida pelo organismo com a exposição a um composto cancerígeno do cigarro. No entanto, esses níveis podem ser menores caso o fumante consuma o seu cigarro meia hora depois do habitual. O estudo foi publicado na última edição do periódico Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Time to First Cigarette and 4-(Methylnitrosamino)-1-(3-Pyridyl)-1-Butanol (NNAL) Levels in Adult Smokers; National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES), 2007-2010

Onde foi divulgada: periódico Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention

Quem fez: Steven A. Branstetter e Joshua E. Muscat

Instituição: Universidade do Estado da Pensilvânia, Estados Unidos

Dados de amostragem: 1.945 fumantes

Resultado: Quem fuma imediatamente após acordar tem maiores níveis no sangue de uma substância associada ao risco de câncer de pulmão e de boca. Pessoas que consomem o seu primeiro cigarro do dia mais tarde apresentam níveis mais baixos.

Os autores dessa pesquisa analisaram os dados de 1.945 fumantes e mediram os níveis de uma substância chamada NNAL no sangue de cada um. O NNAL é produzido pelo organismo de uma pessoa quando ele entra em contato e processa um determinado composto cancerígeno do cigarro, o NNK. De acordo com os pesquisadores, estudos anteriores já demonstraram, em modelos animais, que o NNK induz tumores no pulmão e orais. Assim, os níveis de NNAL no sangue podem prever o risco desses tipos de câncer.

Leia também:

Fumantes morrem dez anos antes do que o restante da população

A pesquisa dividiu os participantes entre aqueles que fumavam o seu primeiro cigarro até cinco minutos depois de acordar (32%); entre seis e 30 minutos depois de acordar (31%); de 30 minutos a uma hora (18%); e uma hora ou mais após acordar.

“Nós descobrimos que os níveis de NNAL foram maiores entre as pessoas que fumavam até cinco minutos depois de acordar, independentemente da frequência com que consumiam cigarro no resto do dia”, disse Steven Branstetter, coordenador do estudo. “Acreditamos que esses fumantes inalem a fumaça do cigarro de maneira mais profunda e completa logo após acordarem, o que poderia explicar o nível mais elevado de NNAL. Com isso, eles apresentam uma chance maior de câncer de pulmão ou de boca. Consequentemente, a hora em que uma pessoa consome o seu cigarro pode ser um importante fator de identificação de fumantes que correm um maior risco de apresentar esses cânceres.”