Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

França confirma que infecção por ‘E. coli’ no país foi provocada por carne

Alimento contaminado foi adquirido na rede de supermercados alemã Lidl. Surto, no entanto, não está relacionado ao que aconteceu na Alemanha

Por Da Redação 20 jun 2011, 21h29

Das oito crianças que foram internadas com síndrome hemolítico-urêmica (SHU), seis continuam hospitalizadas

O Ministério de Agricultura e Alimentação da França confirmou nesta segunda-feira que a infecção pela bactéria E. coli que contaminou oito crianças no norte do país foi provocada pela ingestão de carne de hamburguer adquirida na cadeia de supermercados alemã Lidl.

Em comunicado, o ministério afirmou que estão sendo feitas análises para determinar a origem da infecção desse produto e para avaliar o lote retirado de distribuição.

Das oito crianças que foram internadas no Hospital Universitário de Lille com síndrome hemolítico-urêmica (SHU), seis continuam hospitalizadas. Segundo o comunicado, as análises realizadas confirmam que em seis delas a síndrome foi consequência de uma infecção pela E. coli.

Os casos confirmados se concentram em diversas localidades do norte do país e correspondem a crianças que ingeriram carne dos supermercados Lidl, que retiraram essa mercadoria de seus estabelecimentos quando foram alertados pelas autoridades de saúde.

As autoridades francesas precisaram na semana passada que a carne procedia da Alemanha e da Holanda, mas consideram que o surto na França não está vinculado ao alemão.

(Com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade