Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fiocruz reafirma tendência de queda nos óbitos e internações por Covid

Por outro lado, nova edição do Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz alerta para o aumento no número de novos casos da doença

Por Giulia Vidale 28 jul 2021, 19h32

A última edição do Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz, publicada na terça-feira, 27, reafirma a tendência de queda no número de óbitos e na ocupação de leitos de UTI pela Covid-19. Por outro lado, pesquisadores da instituição alertam para o aumento no número de casos. Na última semana, a taxa de incidência de casos de Covid-19 aumentou em 2,9%.

“É importante salientar que os números de casos (média de 46,8 mil casos novos por dia) e de óbitos (1.160 óbitos por dia) estão ainda em patamar muito elevado. Além disso, a taxa de positividade dos testes permanece alta, o que mostra a intensa circulação do vírus.”, escrevem os pesquisadores.

Atualmente, apenas duas unidades da federação – Goiás e Distrito Federal – estão na zona de alerta crítico de ocupação de leitos. A maior parte dos estados – 16 – está fora da zona de alerta e nove estão na zona de alerta intermediário, sendo que a maioria apresenta taxas entre 60% e 65%.

A melhora nos indicadores está diretamente associada ao avanço da vacinação. Atualmente, mais de 59,6% da população adulta já recebeu ao menos uma dose da vacina e cerca de 23% completaram o esquema de vacinação.  “A vacinação, entretanto, continua em ritmo mais lento do que desejável, com pouca alteração na tabela de distribuição de doses
em relação ao Boletim anterior.”, afirmam os pesquisadores.

Eles afirmam ainda que a diferença entre a curva de novos casos e a de óbitos é mais um indício da nova fase da pandemia no Brasil, em que há intensa circulação do vírus, mas com menor impacto sobre as demandas de internação e sobre o número de mortes. Cenário semelhante ao observado nos Estados Unidos e na Europa.

 

Continua após a publicidade
Publicidade