Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

FDA autoriza dose adicional de vacina contra a Covid-19 para americanos

Doses adicionais dos imunizantes da Pfizer e da Moderna poderão ser aplicadas após seis meses da segunda dose; para Janssen, intervalo é de dois meses

Por Paula Felix
Atualizado em 19 nov 2021, 17h16 - Publicado em 19 nov 2021, 14h23

A Food and Drugs Administration (FDA), agência reguladora dos Estados Unidos, anunciou nesta sexta-feira, 19, que autorizou a aplicação da dose de reforço das vacinas da Pfizer e da Moderna contra a Covid-19 para pessoas com mais de 18 anos. Recomendações clínicas serão debatidas em uma reunião que será realizada ainda hoje por integrantes do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Vão receber a vacina os americanos que tomaram a segunda dose dos imunizantes há mais de seis meses e aqueles vacinados com a dose da Janssen há dois meses. Até então, só recebiam a dose adicionais as pessoas com mais de 65 anos e pessoas com 18 a 64 anos com risco de evoluir para casos graves ou expostas à doença por razões profissionais.

Estudos sobre a aplicação da dose de reforço embasaram a decisão da FDA, que analisou dados de resposta imunológica dos dois imunizantes. A agência também levou em consideração as informações sobre aumento de casos da doença nos Estados Unidos e o risco de miocardite, inflamação do músculo do coração, e pericardite, inflamação do revestimento externo do órgão, após a imunização.

Segundo a agência, os efeitos colaterais das doses de reforço são reportados em documentos sobre profissionais de saúde e eles contém análises sobre riscos ao coração.

“Os efeitos colaterais mais comumente relatados por indivíduos que receberam uma dose de reforço das vacinas foram dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção, bem como fadiga, dor de cabeça, dores musculares ou articulares e calafrios. É de notar que os gânglios linfáticos inchados nas axilas foram observados com maior frequência após a dose de reforço do que após a série primária de duas doses”, diz comunicado da FDA à imprensa.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.