Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

EUA podem aprovar vacina da Pfizer nesta sexta-feira

Entretanto, acelerar a autorização, que estava prevista para sábado, poderá não impactar na distribuição do imunizante no país

Por Giulia Vidale Atualizado em 11 dez 2020, 15h40 - Publicado em 11 dez 2020, 15h27

A FDA, agência que regula medicamentos e produtos de saúde nos EUA, pode aprovar o uso emergencial da vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech ainda nesta sexta-feira, 11, segundo informações do jornal americano The New York Times. A notícia vem após uma série de publicações do presidente Donald Trump no Twitter sobre a lentidão da agência na aprovação do imunizante.

Na quinta-feira 10, um comitê de especialistas recomendou a aprovação do uso emergencial da vacina e a FDA já havia decidido que tomaria uma decisão até sábado 12. Segundo o NYT, pessoas familiarizadas com o planejamento da agência dizem que os reguladores estão correndo para concluir a papelada que acompanha a autorização ainda nesta sexta.

Entretanto, essas mesmas pessoas acreditam que a aceleração do anúncio não vai impactar na data prevista para o início da vacinação nos Estados Unidos. Segundo autoridades federais, 2,9 milhões de doses da vacina serão enviadas para todo o país dias após a autorização. Fazem parte do grupo prioritário profissionais de saúde e residentes de asilos.

Diante da pressão de Trump, a FDA tem a difícil missão de acelerar a aprovação da vacina sem prejudicar a confiança do público no processo. Stephen M. Hahn, comissário da agência, garantiu que uma vacina só será aprovada se ela se mostrar segura e eficaz.

Continua após a publicidade
Publicidade