Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudo conclui que ômega-3 não protege diabéticos contra problemas cardiovasculares

Ao contrário do que outras pesquisas indicaram, suplementos do nutriente não reduziram mortalidade por problemas como AVC e infarto

Embora o ômega-3, um tipo de gordura presente em alimentos como peixes, azeite e linhaça, seja associado a proteção à saúde do coração, uma nova pesquisa não encontrou esse benefício entre pessoas com diabetes tipo 2, problema que é fator de risco para doenças cardiovasculares. O estudo foi publicado nesta segunda-feira na revista médica The New England Journal of Medicine.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: n-3 Fatty Acids and Cardiovascular Outcomes in Patients with Dysglycemia

Onde foi divulgada: revista The New England Journal of Medicine

Quem fez: Herzl Gerstein, Jackie Bosch, Rafael Díaz, Aldo Maggiono, Jeffrey Probstifield e Matthew Riddle

Instituição: Universidade de McMaster, Canadá

Dados de amostragem: 12.536 pessoas maiores do que 50 anos e com diabetes tipo 2

Resultado: Tomar suplementos de ômega-3 durante seis anos não reduziu incidência de mortalidade por doenças cardiovasculares e nem os níveis de colesterol ‘ruim’ no sangue, mas reduziu os níveis de triglicérides no sangue

Os autores do trabalho, que fazem parte da Universidade de McMaster, no Canadá, acreditam que os diabéticos reagem de maneira diferente a suplementos de ômega-3, o que ajudaria a explicar o resultado da pesquisa. A equipe também especula que o risco de doenças cardiovasculares seja tão alto entre pacientes com diabetes que, para fazerem efeito, esses suplementos deveriam ser tomados em quantidades muito maiores por essas pessoas.

Participaram do estudo 12.536 pessoas maiores do que 50 anos que tinham diabetes tipo 2 e tinham riscos de sofrerem algum problema cardiovascular. Durante seis anos, parte desses indivíduos recebeu um suplemento de óleo de peixe, que continham um grama de ômega-3, por dia e o restante tomou placebo. Ao final da pesquisa, a equipe não encontrou relação entre o nutriente e a mortalidade por doenças cardiovasculares. Os autores também observaram que os suplementos não reduziram os níveis do colesterol ‘ruim’ (LDL) no sangue, mas descobriram que a gordura ajuda a reduzir os níveis de triglicérides na corrente sanguínea, quadro que é fator de risco para eventos cardiovasculares.

“Embora pesquisas anteriores tenham mostrado benefício modesto do ômega-3 em pacientes diabéticos, não encontramos associação alguma. Se um indivíduo deseja evitar doenças cardiovasculares, ele não conseguirá isso apenas comprando suplementos da gordura”, diz um dos autores do estudo Herzl Gerstein.

Sem benefícios à cognição – O efeito protetor sobre a cognição, outro benefício que foi anteriormente associado ao uso de suplementos de ômega-3, também foi desconsiderado por um novo estudo publicado nesta quarta-feira. Segundo essa pesquisa, que se baseou em três estudos sobre o assunto que envolveram mais de 3.500 pessoas no total, idosos que tomam suplementos de óleo de peixe e outros ricos em ômega-3 não têm melhorada sua função cognitiva e nem reduzida as chances de piora da memória, por exemplo. Esse trabalho foi feito na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, no Reino Unido, e divulgado no periódico The Cochrane Databases of Systematic Reviews.

Clique nas perguntas abaixo para saber mais sobre doenças cardíacas:

  • Causas e sintomas
  • Prevenção e tratamento

Ricardo Pavanello, supervisor de cardiologia do Hospital HCor. Ricardo Pavanello, supervisor de cardiologia do Hospital HCor. Ricardo Pavanello, supervisor de cardiologia do Hospital HCor. Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

Quais são os principais problemas cardíacos?

Como se caracterizam os principais problemas cardíacos?

O que é mal súbito?

(Fabiano – Colombo/Paraná)

Quais são as principais causas dos problemas cardíacos?

Quais problemas cardíacos são congênitos?

Quais são os problemas congênitos mais comuns?

O sal ajuda a controlar a pressão arterial?

Por que hoje os problemas no coração são a causa número 1 de mortes?

Quem tem colesterol alto tem mais chances de sofrer problemas cardíacos?

(Paula Estevam – São Paulo – SP)

Quais sinais podem indicar problemas no coração?

  • Quais são os principais problemas cardíacos?
  • Como se caracterizam os principais problemas cardíacos?
  • O que é mal súbito?

    (Fabiano – Colombo/Paraná)

  • Quais são as principais causas dos problemas cardíacos?
  • Quais problemas cardíacos são congênitos?
  • Quais são os problemas congênitos mais comuns?
  • O sal ajuda a controlar a pressão arterial?
  • Por que hoje os problemas no coração são a causa número 1 de mortes?
  • Quem tem colesterol alto tem mais chances de sofrer problemas cardíacos?

    (Paula Estevam – São Paulo – SP)

  • Quais sinais podem indicar problemas no coração?

Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

A partir de que idade é preciso fazer exames e quais devem ser feitos?

(André Luis Silva, Caldas Novas – GO)

Quem é obeso deve procurar um cardiologista?

Que tipo de alimentação pode diminuir as chances de problemas cardíacos?

Quais os alimentos mais prejudiciais ao coração?

Como calcular corretamente a frequência cardíaca para a prática de exercícios físicos?

(Mel Falcão – Feira de Santana – BA)

Que tipo de cuidados as pessoas que já têm problemas cardíacos precisam ter?

Quem tem problemas cardíacos pode praticar esportes?

O que fazer para baixar ou aumentar a pressão arterial em situações de emergência?

Como ajudar uma pessoa que está sofrendo um ataque cardíaco?

  • A partir de que idade é preciso fazer exames e quais devem ser feitos?

    (André Luis Silva, Caldas Novas – GO)

  • Quem é obeso deve procurar um cardiologista?
  • Que tipo de alimentação pode diminuir as chances de problemas cardíacos?
  • Quais os alimentos mais prejudiciais ao coração?
  • Como calcular corretamente a frequência cardíaca para a prática de exercícios físicos?

    (Mel Falcão – Feira de Santana – BA)

  • Que tipo de cuidados as pessoas que já têm problemas cardíacos precisam ter?
  • Quem tem problemas cardíacos pode praticar esportes?
  • O que fazer para baixar ou aumentar a pressão arterial em situações de emergência?
  • Como ajudar uma pessoa que está sofrendo um ataque cardíaco?

*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico.