Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Estados Unidos permitirão entrada de quem apresentar prova de vacinação

A medida começará a valer em novembro. O viajante também deverá mostrar resultado negativo de teste feito três dias antes do embarque

Por Cilene Pereira 20 set 2021, 11h59

O governo dos Estados Unidos acabará com as restrições de entrada para viajantes de qualquer parte do mundo que apresentarem comprovante de vacinação completa contra a Covid-19. O fim das barreiras deverá acontecer no início de novembro, segundo anúncio feito por Jeff Zients, coordenador das respostas à pandemia da Casa Branca. “Viagens internacionais são importantes para conectar famílias e amigos, estimular pequenos e grandes negócios e a troca de ideias e de cultura”, afirmou Zients hoje.”Por isso, desenvolvemos um novo sistema de viagens internacionais que assegurará a segurança dos americanos e daqueles que virão nos voos internacionais.” Além da comprovação de vacina, os viajantes terão que apresentar teste negativo para o novo coronavírus feito três dias antes do embarque.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) exigirá das companhias aéreas que registrem os telefones e endereços de todos os que se dirigem ao território americano. Dias após a chegada, os visitantes de fora dos Estados Unidos serão abordados para que as autoridades americanas saibam se algum deles apresenta sintomas que de Covid-19.

Publicidade