Clique e assine a partir de 9,90/mês

Estados Unidos mudam regras para protetor solar

A FDA, agência americana que regula alimentos e medicamentos, proibiu nas embalagens o uso de termos como "bloqueador solar" e "à prova d’água"

Por Da Redação - 15 jun 2011, 20h09

A Food and Drug Administration (FDA), agência americana que regula alimentos e medicamentos, determinou na terça-feira uma série de mudanças nos rótulos de protetores solares. Entre elas está a proibição do uso de termos como ‘bloqueador solar’, ‘à prova d’água’ e a denominação de ‘amplo espectro”, que promete proteção contra os raios nocivos UVA e UVB. O objetivo da agência é facilitar a escolha de produtos que protegem contra queimaduras, câncer de pele e envelhecimento precoce.

Os protetores que afirmam ser de ‘amplo espectro’ terão de passar por um teste de proteção de raios UVA e UVB. Segundo as novas regras, a proteção contra os raios UVA e UVB deverá aumentar na mesma proporção que os fatores de proteção solar (FPS).

Os filtros solares que passarem no teste e tiverem FPS superior a 15 poderão incluir o seguinte texto em seus rótulos: “Se usado como o indicado, pode reduzir o risco de envelhecimento precoce da pele e de câncer de pele quando usado juntamente com outras medidas de proteção contra o Sol”. Entre as medidas estão o uso de roupas – como bonés e camisetas – e a proteção na sombra.

A indicação à ‘prova d’água’ terá que ser substituída para ‘resistente à água’. Nesse caso, segundo as novas regras da FDA, será necessário especificar o período que o produto resiste à exposição. O termo “bloqueador solar” será banido dos rótulos, já que pode confundir os consumidores.

De acordo com o órgão, as mudanças nos rótulos dos Estados Unidos ocorrerão até o verão de 2012 – mas muitos fabricantes se adaptarão antes.

Abaixo, a dermatologista Denise Steiner explica quais cuidados devem ser tomados na hora de comprar e usar protetores solares:

  • Protetor solar
  • Bronzeamento
  • Cuidados com a pele

Denise Steiner é doutora em dermatologista, membro da Academia Americana de Dermatologia, presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo, chefe do Serviço de Dermatologia da Universidade Mogi das Cruzes e delegada brasileira do Comitê Científico do Colégio Ibero-Americano de Dermatologia. Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

Que tipo de protetor solar é mais indicado?

O protetor continua agindo depois de sair da piscina ou do mar?

É verdade que protetores fator 50 dão a mesma proteção que os de fator 30?

No inverno é preciso usar protetor solar?

Hidratantes e cremes com protetor solar funcionam?

Qual a quantidade de protetor solar indicada?

  • Que tipo de protetor solar é mais indicado?
  • O protetor continua agindo depois de sair da piscina ou do mar?
  • É verdade que protetores fator 50 dão a mesma proteção que os de fator 30?
  • No inverno é preciso usar protetor solar?
  • Hidratantes e cremes com protetor solar funcionam?
  • Qual a quantidade de protetor solar indicada?

Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

Continua após a publicidade

Qual é o máximo de exposição recomendada ao sol?

Máquinas de bronzeamento são seguras?

Qual a melhor forma de se bronzear sem correr riscos?

Quais são os riscos do bronzeamento com produtos caseiros?

  • Qual é o máximo de exposição recomendada ao sol?
  • Máquinas de bronzeamento são seguras?
  • Qual a melhor forma de se bronzear sem correr riscos?
  • Quais são os riscos do bronzeamento com produtos caseiros?

Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

Continua após a publicidade

Quais os fatores de risco para o câncer de pele?

Quais são os principais sinais de um câncer de pele?

Marcas de espinha pioram com exposição ao sol?

Quais os cuidados devem ser tomados com cada tipo de pele?

  • Quais os fatores de risco para o câncer de pele?
  • Quais são os principais sinais de um câncer de pele?
  • Marcas de espinha pioram com exposição ao sol?
  • Quais os cuidados devem ser tomados com cada tipo de pele?

Vídeo Vídeo Vídeo

Pergunta 07?

Pergunta 08?

  • Pergunta 07?
  • Pergunta 08?

*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico.

Continua após a publicidade
Publicidade