Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Especialista tira dúvidas sobre a superbactéria

A KPC, sigla para uma enzima que torna a bactéria Klebsiella resistente à maioria dos medicamentos, não para de infectar cada vez mais pessoas no Brasil. Só no Distrito Federal, ocorreram 18 mortes entre janeiro e outubro deste ano. Mas qual é o perigo real da superbactéria no Brasil? Gilberto Turcato Júnior, médico infectologista e coordenador do serviço de controle de infecção hospitalar do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, desfaz essa dúvida e diz quem está mais sujeito à infecção e o que fazer para se prevenir.

Dr. Gilberto Turcato Júnior

Médico infectologista e coordenador do serviço de controle de infecção hospitalar do Hospital Alemão Oswaldo Cruz Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

O que é uma superbactéria?

Ela é uma nova bactéria?

O que deu origem a esse surto?

Há motivos para a população ficar realmente preocupada?

Há risco de contaminação fora do hospital?

É perigoso ir a um hospital?

Qual é a forma de contágio?

Quais são os principais sintomas?

Quem faz parte do grupo de risco?

Como evitar o contágio?

Existe cura?

  • O que é uma superbactéria?
  • Ela é uma nova bactéria?
  • O que deu origem a esse surto?
  • Há motivos para a população ficar realmente preocupada?
  • Há risco de contaminação fora do hospital?
  • É perigoso ir a um hospital?
  • Qual é a forma de contágio?
  • Quais são os principais sintomas?
  • Quem faz parte do grupo de risco?
  • Como evitar o contágio?
  • Existe cura?

*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico.