Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Em pouco mais de 4 meses, Brasil vacinou apenas 20% da população

País aplica, em média, 710,7 mil vacinas por dia; ritmo ainda está 30% abaixo da quantidade mínima desejada de 1 milhão de doses diárias

Por Giulia Vidale Atualizado em 24 Maio 2021, 18h56 - Publicado em 24 Maio 2021, 18h15

O Brasil alcançou, nesta segunda-feira, 42,3 milhões de pessoas vacinadas com ao menos uma dose. Isso significa que pouco mais de 4 meses após o início da campanha de imunização contra a Covid-19, 20,1% da população está parcialmente imunizada. Desse total, 20,8 milhões, ou 9,9% dos brasileiros, já estão completamente imunizados após receberem duas injeções de alguma vacina contra a Covid-19. Lembrando que todos os imunizantes atualmente em uso no país – Pfizer-BioNTech, Oxford-AstraZeneca e CoronaVac – demandam a aplicação de duas doses.

Embora a taxa alcançada seja importante, ela indica que o ritmo de vacinação contra a Covid-19 ainda está baixo no país. Em números absolutos, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de países e regiões que mais vacinaram, segundo dados da Bloomberg. Entretanto, em números relativos, a situação é muito diferente. O país está na 73ª posição com mais pessoas parcialmente vacinadas – que receberam ao menos uma dose.

LEIA TAMBÉM: A vida pós-picada: os cuidados depois da vacina

Atualmente, aplica-se, em média, 710.778 doses por dia. O ritmo é 28,9% inferior à capacidade de administração de pelo menos 1 milhão de doses diárias do país. A dificuldade para alcançar e superar essa meta de forma consistente está associada, principalmente, ao baixo número de doses disponíveis aos brasileiros, ao menos em comparação com o tamanho da nossa população. A expectativa é que o ritmo aumente nos próximos meses, com a disponibilidade de uma quantidade maior de doses.

Para fator de comparação, Israel demorou apenas um mês para vacinar 20% da população, segundo dados compilados pela plataforma Our World in Data, ligada à Universidade de Oxford, no Reino Unido. O Reino Unido demorou 38 dias. O Chile, país com o melhor desempenho na América do Sul, pouco mais de dois meses, e os Estados Unidos, cerca de três meses.

Confira o avanço da vacinação no Brasil:

Continua após a publicidade
Publicidade